terça-feira, 5 de abril de 2011

Coisas erradas sobre Família, Direito e Religião


Nos ultimos dias, fiquei surpresa com o que vi e li como alguns brasileiros não tem discernimento para diferenciar família, direito e religião.
Após o triste e degradante episódio do Atual-futuro-ex-deputado Jair Bolsonaro(seja de uma forma ou de outra agora acho que ele se aposenta), sobre o qual falarei mais uma vez infelizmente dando ibope para maluco.
Para quem está perdido sobre o assunto há um artigo disponivel no blog: http://muro-da-vizinha.blogspot.com/2011/03/jair-bolsanaro-ofende-negros-e-gays.html.
Então... Tristemente cheguei a brilhante conclusão que temos os políticos que merecemos.
No fórum aberto pelo programa CQC, o melhor programa da Tv no momento logo seguido por Legendários, uma pá de defensores do famigerado deputado se gladiavam com os que defendiam direiros das partes vitimadas pelo preconceito ocorrido no quadro PQS( O povo quer saber).
Felizmente não era um afrontamento 50/50, se fosse os contrários à ideologia de fascista dos defensores de uma ditadura que aqui jaz 7 palmos abaixo da terra seriam massacrados pelos "bolsonaristas".
Os simpatizantes e defensores do direito civil que através do ministério publico e petição coletiva ou simples protestavam exigindo uma punição para o recalcitrante deputado foram tratados pelos seus correligionários de acordo com a postura aclamada por ele.
Primeiro fomos xingados, difamados, ameaçados e obviamente devido a ignorância truculenta, em pouco tempo todos nós éramos gays e lésbicas sem pais, destruidores das familias e negros promiscuos. Com coisa que ser gay ou negro fosse ofensa à alguém, ofensas oram os adjetivos negativos associados.
Agora pasmem, tudo isto dito de um modo irracional. Como alguém que não conhece uma pessoa pode ofendê-la e fazer suposições sobre que tipo de pessoa ela é? Repetiu-se a mesma cena do programa, pré julgamento, injúria, difamações e ofensas gratuitas. Uma total loucura.
Como diz o ditado "pessoas loucas fazem pessoas sãs agir loucamente". Então meti o pé!
O que mais me impressiona é: Como pessoas que se dizem tão defensora dos valores da familia agem desta forma? Que tipo de educação receberam dos pais, ou o quanto os pais foram ausentes ou maltrataram eles quando crianças para se tornarem pessoas tão insanas, fanáticas e desrespeitosos com terceiros?
 Segundo o acontecido no programa o recalcitrante deputado disse que os gays existem por causa da ausência de pai e falta de educação.
É pasmem! Ele disse isto!
Levando-se em consideração que em grande parte dos lares brasileiros existem apenas a mãe exercendo o papel de chefe da família, que há muitos casais divorciados que os filhos são criados pelas mães, sem contar os pais que morrem. Seria o Brasil é um país que só tem gay pela visão do deputado?
Que valores são estes que batem tanto no peito e falam tanto de Deus violando as leis divinas?
Onde foi parar o " Amai-vos uns aos outros como eu vos amei"?  "O que queres que os homens façam por ti, faça igualmente por eles."
Onde guardaram os mandamentos "Não usarás o nome de Deus em vão" e "Não levantarás falso testemunho"?
 E ainda:"Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco; a essas também me importa conduzir, e elas ouvirão a minha voz; e haverá um rebanho e um pastor."


É tanta insanidade e falta de respeito ao próximo que chega-se a pensar se realmente existe temência à Deus por quem tanto vocifera. Houve o descabimento de quem o chamasse de o verdadeiro Messias em alusão ao seu nome, Jair Messias Bolsanaro.
Não interessa se não gostam da Preta Gil, ou da parada gay.
Nem culpem o Diabo, colocando-o como bode expiatório que colocou palavras na boca do Bolsonaro, e esta conversa de que ele se enganou em algo tão explícito é conversa para boi dormir.
Depois que inventaram o engano o erro saiu de moda!
O que precisam entender é que em um país em que a constituição e os direitos civis são violados e nada é feito para que se repare o erro e se puna o culpado é melhor rasgar a constituição.
Se querem defender e justificar o "Excelentíssimo" Deputado, façam! É de direito! Agora justificativa e defesa repetindo os mesmos erros?
No fundo recuso-me a crer que sejam eleitores fazendo tal defesa. Umas dezenas de gatos pingados escondidos sob o anonimato da internet, sendo pagos para isto.
Quando você não vê algo errado em algo que está errado, corre o risco de repetir os mesmos erros ou cometer outros maiores.
A verdade dos fatos novamente foi óbvia hoje para os sensatos. A turma do CQC provou que não houve edição nenhuma e o truculento Jair novamente abriu a boca semelhante a uma latrina  recheada de resíduos fecais.
Agora é não deixar esfriar e cobrar dos congressistas medidas eficientes e rápida para puní-lo.
Por fim só podemos apelar à ele: "Pai, Perdoa-lhes pois não sabem o que fazem."(Jesus Cristo)