terça-feira, 3 de maio de 2011

Alerta Máximo! Bin Laden ainda vive?

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



O homem que jogou por terra todo orgulho de uma nação e se tornou o maior terrorista de todos os tempos e inimigo público número 1 dos E.U.A., foi finalmente assassinado em uma operação megasecreta.
Seria assim o início do fim da Al Qaeda como declarou o presidente Barak Obama?
"Foi feita justiça", declarou Obama.
O inimigo público número 1 dos E.U.A., vinha sendo monitorado desde agosto, até esta operação ser executada.
Bin Laden estava "malocado" em um complexo, que não era o do Alemão no RJ, se fosse teria rota de fuga subterrânea  e já estaria longe, em Abbottabad, Paquistão.
Depois de confirmada a localização, sem que restasse a menor dúvida de que Osama estava realmente no local, ele autorizou uma "operação-alvo realizada por um pequeno grupo de forças especiais em conjunto com a CIA".
Osama Bin Laden teria sido morto após uma troca de tiros e teve seu corpo levado para realização de um teste de DNA que confirmou sua morte.
Há muito era de se esperar que ele acobertado "não oficialmente" pelo Paquistão. 

Assim que foi confirmado a morte do terrorista, o vice presidente do E.U.A. informou aos Líderes do Congresso sobre o sucesso da operação que era ultrasecreta até pouco antes do presidente se pronunciar publicamente.
Obama o informou sobre o fim de Bin Laden à George W. Bush, expediu um comunicado que denominando a operação como: um "feito importante" que "marca uma vitória para a América, para pessoas que buscam a paz em todo o mundo, e para todos aqueles que perderam entes queridos no 11 de Setembro, 2001.
"Dei os parabéns a ele e aos homens e mulheres das nossas comunidades militares e de inteligência, que dedicou sua vida a esta missão. Eles têm a nossa gratidão eterna"."A luta contra o terrorismo continua, mas esta noite América enviou uma mensagem inconfundível: não importa quanto tempo leva, a justiça será feita."
Cerca de 200 pessoas cercaram a Casa Branca com bandeiras americanas cantando o Star Spangled Banner e gritando: "EUA EUA"!!
Esta evolução importante na guerra contra o terror vem apenas dias depois que Obama anunciou mudanças significativas em sua equipe de segurança nacional.
Filho um bilionário saudita, Osama Bin Laden se transformou em terrorista e o homem mais procurado do mundo.
Fundador da rede terrorista  Al Qaeda, Bin Laden é um ícone no que se refere a dizer que o aluno superou o mestre. Treinado pela CIA durante a invasão da Rússia ao Afeganistão, ele era um aliado, depois do fim da guerra, tornou-se uma pedra no sapato dos E.U.A..
Quando os E.U.A. resolveu invadir o Afeganistão e derrubar o regime Talibã, que apoiava Bin Laden ele exilou pelo mundo Árabe, entre cavernas e esconderijos ultra secretos.
Após o atentado as torres gêmeas em11 de setembro, Bin Laden  publicou um video debochando e dizendo-se surpreso, o resultado tinha superado até mesmo suas expectativas.
Agora é o fim do terrorismo? Fim da Al Qaeda?
Seria ótimo que todos podem dormir em paz e acreditar que Osama Bin Ladem não foi para o "paraíso ao encontro das virgens que o aguarda", mas sim para arder no mármore do inferno.
Pois é, as coisa não funcionam exatamente assim. Deram ao terror um Mártir. Um Mártir morto tem mais influência do que uma lenda viva.
Bin Laden ainda vive em seus ensinamentos e na mente de seus fanáticos seguidores.
Governos de todo mundo já estão em alerta por causa de ameaças de retaliação da Al Qaeda.
Osama se foi, mas suas células terroristas estão espalhadas por todo o mundo.
Acho que como eu moro no fim do mundo, lá onde o Diabo perdeu as botas e o vento fez a curva, estou salva.
Vamos ver o que virá, melhor nem pensar no pior e torcer que realmente seja como Barack Obama acredita: O início da derrocada da Al Qaeda.